Mãe do piloto de helicóptero de Boechat morre três dias depois do filho


Nesta quinta-feira (14), três dias depois do acidente que matou o jornalista Ricardo Boechat e o piloto Ronaldo Quattruci, morreu Philomena Quattrucci, aos 80 anos. Mãe de Ronaldo, ela lutava contra um câncer em fase terminal e não sabia da morte do filho. Segundo um amigo da família, os parentes chegaram a tirar a televisão do quarto no hospital para que ela não soubesse da notícia. 

A morte de Ronaldo não foi a primeira fatalidade do tipo a acontecer na família. Em 15 de maio de 1998, Philomena perdeu outro filho - o também piloto Rogério Quattrucci - após o helicóptero em que ele estava bater em um morro em Santana de Parnaíba, na Grande São Paulo. O ocorrido foi noticiado pela Folha na época.

No Instagram, a filha de Ronaldo, Amanda Quattrucci, homenageou pai e avó. "Vocês eram inseparáveis e tinham um amor incondicional um pelo outro! Quando meu pai estava sofrendo com sua doença terminal, a vida nos surpreende e Deus o levou três dias antes dela. Você não a viu ir e ela não chegou a saber da sua partida e agora continuam juntos em outro plano", escreveu ela. "Oro por vocês e sei que irão guiar e cuidar de nós que ficamos, junto com o tio Rogério. Amo muito vocês e vou amar por toda eternidade.

Amanda, que se formou em química em 8 de fevereiro e comemorou a conquista com a família três dias antes do acidente, também escreveu uma mensagem agradecendo ao "melhor pai do mundo, o melhor comandante, um homem digno, honesto e generoso, que sempre me orgulhou e me ensinou os verdadeiros valores da vida". "Você é único, e fará muita falta nas nossas vidas. Eu te amo pra sempre! Um beijo no seu coração, da sua bizuquinha!".

Uol Notícias
Mãe do piloto de helicóptero de Boechat morre três dias depois do filho Mãe do piloto de helicóptero de Boechat morre três dias depois do filho Reviewed by Blog Marcos Junior BJI on fevereiro 17, 2019 Rating: 5

MAIS LIDAS DE HOJE

Postagens mais visitadas